27/04 Prefeitura reativa fábrica de canos e prevê economia de 40% 27/04 Prefeitura retira poltrona de valão 27/04 Sperotto presta contas dos 100 primeiros dias de governo 24/04 Vereador Everton da Academia leva demandas de Creches ao Executivo Municipal 24/04 Recadastramento do Bolsa Família é realizado nos bairros São Jorge e Primavera 24/04 Prefeitura firma parceria e gera 345 consultas especializadas por mês 20/04 27 mil guaibenses serão imunizados contra a gripe 14/04 Secretaria de Educação conclui visita às 26 instituições municipais 12/04 Sperotto prestigia posse da nova diretoria da Granpal 12/04 Prefeitura realiza operação inédita contra alagamentos 08/04 Sperotto pede ações de segurança em Guaíba para Sartori 08/04 Alterações no transporte público valem a partir deste sábado (8) 06/04 Vereador Manoel Eletricista solicita apoio ao Ministro da Cultura 06/04 Processo contra a ex-Vereadora Luciana Kubiaki será mantido 04/04 Preso suspeito de fazer tele-entrega de drogas 31/03 Presidente do Legislativo recebe carta de renúncia da Vereadora Luciana Kubiaki 30/03 Prorrogado prazo de inscrições para exposições na Vitrine Cultural 30/03 Prefeitura de Guaíba recebe doação de material escolar da CMPC 28/03 Iniciam os preparativos para instalação das grades de proteção na entrada da Câmara de Vereadores 28/03 Reunião busca mais recursos para a duplicação da BR-116
ECB Sistemas Desenvolvimento Web
ECB Sistemas Desenvolvimento Web Publicidade
Notícias // 11/06/2012

Alvará da Obra na Av. Sete de Setembro será cassado

A Prefeitura Municipal de Guaíba, através da sua Diretoria de Habitação, irá cassar o alvará de construção da obra localizada na avenida Sete de Setembro, 818, ao lado da escola estadual Otaviano Manoel de Oliveira Júnior, na região central da cidade. A decisão foi tomada nessa quarta-feira, dia 06 de junho, durante reunião entre o prefeito Henrique Tavares; o presidente da Câmara Municipal, Luis Vargas; secretário de Obras, Jorge Centeno; da procuradora-geral do município, Tânia Grigorieff; o diretor de Habitação, Reginaldo Lacerda, os vereadores Arilene Pereira (PTB); Caio Larréa (PPS), Orassi Orestes (PP); Antônio Rodrigues dos Santos (Sarrafo - PTB) e representantes da escola.

Além da cassação do alvará, a Prefeitura também vai notificar a empresa Laservi - Jato e Pintura Industrial Ltda a fim de que comece o ato demolitório da obra. Segundo Lacerda, outra medida que já está sendo tomada pela Prefeitura Municipal é a solicitação de um laudo técnico, desta vez, feito pelos engenheiros da Secretaria Municipal de Obras.

Conforme laudo técnico assinado pelo engenheiro Renato Knackfuss, responsável técnico da empresa Laservi, "a estrutura da obra está condenada colocando em risco toda a região circunvizinha no caso eminente de desabamento". Apesar do laudo ter sido assinado pelo engenheiro em novembro de 2011, a Prefeitura só tomou conhecimento do documento nessa semana.

A Prefeitura informa ainda que a obra já encontrava-se paralisada desde 2010 em razão de uma ação demolitória que tramita na Justiça, ainda em grau de recurso. A ação é de autoria do Executivo municipal uma vez que a obra excedeu a altura determinada no Plano Diretor do município.

"Ficamos muito preocupados e estamos buscando todas as medidas possíveis, com a maior rapidez, a fim de evitar qualquer tipo de acidente ou riscos para os alunos da escola e aos moradores das imediações", disse o prefeito.

A procuradora-geral Tânia reforçou que, caso a empresa se negue a cumprir a determinação, a Prefeitura vai entrar com uma ação judicial.

URL Curta:
Comente esta notícia:
Publicidade
TV Costa Doce

Móveis catarinense
Curta o Portal no Facebook
Publicidade
Guaiba Telecom