26/05 Primeira edição do Amigos da Praça Pé de Livros RS acontece no domingo 26/05 Toyota divulga programação oficial do evento 25/05 Prorrogada a data de vacinação contra a gripe 25/05 Homem desaparecido em Eldorado do Sul 22/05 Escola é invadida em Guaíba 22/05 Lions Clube promove jantar baile 22/05 Desafio Misto de Ciclismo deve reunir 300 atletas 22/05 Feira do Livro de Guaíba encerra com sucesso sua programação 22/05 Dia do Desafio: Bem estar social é o maior prêmio 21/05 Guaíba pode finalizar licitação dos ônibus urbanos 21/05 Três homens são presos em Guaíba 21/05 Nota de Esclarecimento CMPC - Celulose Riograndense 20/05 Vereadores da Oposição questionam números divulgados pela Prefeitura 20/05 Susto na Região Sul 20/05 Estatuto da Criança e do Adolescente é tema de palestra nesta quarta-feira 19/05 Skate em Guaíba promove campeonato para crianças 19/05 Abertas inscrições para o concurso Mais Bela Comunitária 2015 18/05 Homem é atacado por adolescentes no Bom Fim 18/05 Unidade móvel do SEBRAE-RS em Guaíba 18/05 Começa Regularização Fundiária do Campo do Guacho
Publicidade
Polícia // 01/08/2012

Assassinato de taxista intriga polícia de Guaíba

Um taxista de Guaíba, na Região Metropolitana, foi encontrado morto na tarde desta terça-feira em um matagal, nas proximidades do bairro Engenho. Conforme a Polícia Civil, o corpo de Marcelo Cardoso Ambos, 32 anos, estava com uma das orelhas cortadas e apresentava perfuração na altura do pescoço.

O fato de não haver testemunhas nem suspeitos do crime intriga o delegado Rafael Pereira, responsável pelo caso. A vítima teria sumido pela manhã, quando familiares procuraram a polícia para relatar que o táxi de Ambos havia sido encontrado aberto em uma rua do centro da cidade, com os objetos pessoais dele, mas sem sinal do condutor.

- As mãos tinham marcas as quais sugerem que ele teria sido amarrado. Ainda não podemos confirmar que a perfuração no pescoço foi de um tiro ou de outro tipo de arma. Temos que esperar a necropsia do corpo para confirmar isso - explica Pereira.

A única hipótese descartado é o latrocínio (roubo seguido de morte). No táxi de Ambos foi encontrada a carteira da vítima com o dinheiro intacto, relata o delegado. Hoje, a Polícia Civil deve convocar novos depoentes.

- A princípio não há testemunhas, conversamos com muita gente. Aparentemente, ele não tinha vínculo com a criminalidade. Inclusive tinha arrumado emprego em uma empresa de ônibus. Ainda não temos uma linha forte de investigação - diz Pereira.

Fonte: ZERO HORA

URL Curta:
Comente esta notícia: