08:53 Força Sindical promoveu o Seminário Mulheres Empoderadas Informar Participar Agir 24/04 Prefeitura confirma participação do município no Dia do Desafio 23/04 Caminhoneiros em greve 23/04 Nova via apresenta risco aos motoristas 22/04 Plano de Manejo do Parque Delta do Jacuí pauta reunião almoço promovida pela Acidesul 20/04 Guaíba conclui Plano de investimentos para implantação de Unidade de Conservação 20/04 11ª Edição do Premio Itaú-Unicef contará com avaliação de professoras guaibenses 18/04 CDL realiza treinamento sobre comunicação e relacionamento interpessoal 17/04 Pitbulls que atacaram menino são recolhidos para avaliação 16/04 Toyota define atrações de 2015 16/04 Parlamento Metropolitano terá ato de instalação em abril 16/04 Exposição faz homenagem ao povo guarani 15/04 Projeto de Lei da Terceirização gera protestos no país 15/04 Protestos e bloqueios marcam a manhã de quarta-feira na região 13/04 CasaBem Estilo comemora seu 8º aniversário presenteando as mamães 13/04 Homem é preso por trafico de drogas durante festa em Guaíba 13/04 Revista Guaíba Total é o novo veículo de comunicação do município 13/04 Forúm Municipal de Educação realiza 2ª etapa da Conferência Municipal de Educação em Guaíba 10/04 Projari realiza programação em comemoração a Semana Santa 10/04 UVERGS promove capacitação para vereadores
Publicidade
Polícia // 01/08/2012

Assassinato de taxista intriga polícia de Guaíba

Um taxista de Guaíba, na Região Metropolitana, foi encontrado morto na tarde desta terça-feira em um matagal, nas proximidades do bairro Engenho. Conforme a Polícia Civil, o corpo de Marcelo Cardoso Ambos, 32 anos, estava com uma das orelhas cortadas e apresentava perfuração na altura do pescoço.

O fato de não haver testemunhas nem suspeitos do crime intriga o delegado Rafael Pereira, responsável pelo caso. A vítima teria sumido pela manhã, quando familiares procuraram a polícia para relatar que o táxi de Ambos havia sido encontrado aberto em uma rua do centro da cidade, com os objetos pessoais dele, mas sem sinal do condutor.

- As mãos tinham marcas as quais sugerem que ele teria sido amarrado. Ainda não podemos confirmar que a perfuração no pescoço foi de um tiro ou de outro tipo de arma. Temos que esperar a necropsia do corpo para confirmar isso - explica Pereira.

A única hipótese descartado é o latrocínio (roubo seguido de morte). No táxi de Ambos foi encontrada a carteira da vítima com o dinheiro intacto, relata o delegado. Hoje, a Polícia Civil deve convocar novos depoentes.

- A princípio não há testemunhas, conversamos com muita gente. Aparentemente, ele não tinha vínculo com a criminalidade. Inclusive tinha arrumado emprego em uma empresa de ônibus. Ainda não temos uma linha forte de investigação - diz Pereira.

Fonte: ZERO HORA

URL Curta:
Comente esta notícia: