18:39 O caminho da Tocha Olímpica Rio 2016 em Guaíba 29/06 Escola de Guaíba participa de concurso olímpico pela paz 27/06 44º Prêmio Exportação ADVB-RS dá maior premiação à Celulose Riograndense 23/06 Nessa sexta: Palestra com Fabrício Carpinejar na Ulbra Guaíba 23/06 Prefeitura instala ponto eletrônico nos setores da saúde 22/06 Go Skateboarding Day Guaíba em junho 21/06 Guaíba Rugby Clube enfrenta o Corsários de Rio Grande 20/06 Escolas públicas participam de concurso de redação sobre a Tocha 17/06 Acesso a Barra do Ribeiro é modificado para obras na BR-116/RS 16/06 Celulose Riograndense inaugura novo navio que fará a travessia de cargas na Lagoa dos Patos 15/06 Exigência de habilitação para pilotar as cinquentinhas tem prazo prorrogado 14/06 Professores visitam quilombo em Mostardas 13/06 Prefeitura de Guaíba já enviou a segunda parcela do IPTU 10/06 Guaíba terá Seminário Regional de Crédito do Sebrae 09/06 Contagem regressiva para receber Chama Olímpica terá atleta de Guaíba 08/06 Colégio Estadual Augusto Meyer e Rugby Clube Predadores iniciam parceria no projeto "Escola Aberta" 07/06 Reforma no Píer 06/06 Guaíba atinge a meta de vacinação contra a gripe dos grupos prioritários 03/06 Prefeitura de Guaíba não destinou verbas para passagem da Tocha Olímpica 31/05 Incêndio no refeitório da DELL
Publicidade
Polícia // 01/08/2012

Assassinato de taxista intriga polícia de Guaíba

Um taxista de Guaíba, na Região Metropolitana, foi encontrado morto na tarde desta terça-feira em um matagal, nas proximidades do bairro Engenho. Conforme a Polícia Civil, o corpo de Marcelo Cardoso Ambos, 32 anos, estava com uma das orelhas cortadas e apresentava perfuração na altura do pescoço.

O fato de não haver testemunhas nem suspeitos do crime intriga o delegado Rafael Pereira, responsável pelo caso. A vítima teria sumido pela manhã, quando familiares procuraram a polícia para relatar que o táxi de Ambos havia sido encontrado aberto em uma rua do centro da cidade, com os objetos pessoais dele, mas sem sinal do condutor.

- As mãos tinham marcas as quais sugerem que ele teria sido amarrado. Ainda não podemos confirmar que a perfuração no pescoço foi de um tiro ou de outro tipo de arma. Temos que esperar a necropsia do corpo para confirmar isso - explica Pereira.

A única hipótese descartado é o latrocínio (roubo seguido de morte). No táxi de Ambos foi encontrada a carteira da vítima com o dinheiro intacto, relata o delegado. Hoje, a Polícia Civil deve convocar novos depoentes.

- A princípio não há testemunhas, conversamos com muita gente. Aparentemente, ele não tinha vínculo com a criminalidade. Inclusive tinha arrumado emprego em uma empresa de ônibus. Ainda não temos uma linha forte de investigação - diz Pereira.

Fonte: ZERO HORA

URL Curta:
Comente esta notícia: