13/04 Câmara de Guaíba aprova por maioria Moção de Apoio ao juiz Sérgio Moro 22/03 Feira do Peixe de Guaíba está em três bairros este ano 22/03 Festa Comunitária de Páscoa organizada pelo Rugby Clube Predadores e AMOVIJAR 09/03 3 de Abril: Toboágua na lomba do Banco do Brasil! 03/03 Prorrogado desconto de 15% no IPTU para até 31 de março 29/02 Evento marca início das obras do Hotel Super 8 em Guaíba 26/02 Exposição Fotográfica Píer, Cartão Postal de Guaíba no IEE Gomes Jardim 23/02 Carnaval de Guaíba encantou - Cobertura Neimar Duarte 20/02 É Hoje: Carnaval de Guaíba, veja a programação 17/02 Ônibus da Expresso Rio Guaíba cai da ponte no Rio Jacuí 16/02 Entrevista: Claudia Mara sobre o Carnaval de Guaíba 2016 28/01 Prefeitura de Guaíba fica quase 30 horas sem luz 28/01 Celebrações da Festa de Iemanjá em Guaíba começam nesta segunda 15/12 Prefeitura regulamenta a criação de parklets para ampliar oferta de espaços públicos na cidade 09/12 Chineses devem aportar capital na Foton de Guaíba 28/11 Prefeitura realiza mutirão e recolhe 121 caçambas de lixo 19/11 Vote Online: Escola Arlindo Stringhini é finalista no 3º Prêmio RBS de Educação 14/11 Neste Domingo: 13a. Feijoada do Lucca no Isla Parador 06/11 Obras da GEFCO devem começar em 2016 28/10 Galeria de Fotos: Novos ônibus para o transporte coletivo de Guaíba
Publicidade
Polícia // 01/08/2012

Assassinato de taxista intriga polícia de Guaíba

Um taxista de Guaíba, na Região Metropolitana, foi encontrado morto na tarde desta terça-feira em um matagal, nas proximidades do bairro Engenho. Conforme a Polícia Civil, o corpo de Marcelo Cardoso Ambos, 32 anos, estava com uma das orelhas cortadas e apresentava perfuração na altura do pescoço.

O fato de não haver testemunhas nem suspeitos do crime intriga o delegado Rafael Pereira, responsável pelo caso. A vítima teria sumido pela manhã, quando familiares procuraram a polícia para relatar que o táxi de Ambos havia sido encontrado aberto em uma rua do centro da cidade, com os objetos pessoais dele, mas sem sinal do condutor.

- As mãos tinham marcas as quais sugerem que ele teria sido amarrado. Ainda não podemos confirmar que a perfuração no pescoço foi de um tiro ou de outro tipo de arma. Temos que esperar a necropsia do corpo para confirmar isso - explica Pereira.

A única hipótese descartado é o latrocínio (roubo seguido de morte). No táxi de Ambos foi encontrada a carteira da vítima com o dinheiro intacto, relata o delegado. Hoje, a Polícia Civil deve convocar novos depoentes.

- A princípio não há testemunhas, conversamos com muita gente. Aparentemente, ele não tinha vínculo com a criminalidade. Inclusive tinha arrumado emprego em uma empresa de ônibus. Ainda não temos uma linha forte de investigação - diz Pereira.

Fonte: ZERO HORA

URL Curta:
Comente esta notícia: