10:19 PROJARI realiza grande Show Natalino 17/12 Portal Centro Sul é tema de trabalho na Escola Gomes Jardim 15/12 160 famílias são atingidas pela água após rompimento de açude na Barra do Ribeiro 11/12 Tradicional desfile de natal em Guaíba acontece neste sábado 10/12 Mesmo com risco de multa, travessia do catamarã será liberada 09/12 Inter lança projeto de centro de treinamentos em Guaíba 09/12 Arte Sesc promove espetáculo musical de Natal em Guaíba 08/12 11 pessoas são presas em campeonato de som automotivo em Guaíba 05/12 PA de Guaíba terá segurança 24h 05/12 Saúde: Guaíba disponibiliza testes rápidos de HIV para a população 04/12 Catamarã não começará a funcionar dia 12 de dezembro 04/12 Beneficência Portuguesa assume Pronto Atendimento de Guaíba 02/12 Natal Encantado: chegada do Papai Noel em Guaíba acontece no domingo 28/11 Lei Antifumo entra em vigor na próxima quarta-feira 27/11 Nova travessia do catamarã Guaíba até o Shopping Barra Shopping Sul inicia no próximo mês 27/11 Sul-americano de Jet Ski acontece nesse fim de semana em Guaíba 26/11 Publicado o resultado da primeira fase da licitação do transporte público em Guaíba 25/11 Iniciada a regularização de três áreas do município de Eldorado do Sul 24/11 Prefeitura de Guaíba se pronuncia a respeito do recolhimento de entulhos na cidade 21/11 Engebasa de Guaíba produz a primeira torre para parque eólico de Chuí
Publicidade
Notícias // 14/07/2012

Prazo para demolição da obra se estenderá por mais 60 dias

Atendendo a solicitação da 2ª Vara do Forum de Guaíba, na ação que move contra a Laservi Construtora e Incorporadora Ltda, a Prefeitura Municipal se manifestou sobre o aumento do prazo pedido pela empresa para que procedesse a demolição do prédio em construção, localizado na avenida Sete de Setembro, 818, que corre risco de desabamento. O prazo inicial, determinado pelo Poder Judiciário, para que a empresa executasse a demolição encerrou na quarta-feira, 11 de julho. Porém, a empresa recorreu, solicitando um tempo maior, de 70 dias, para realizar o serviço.

Na petição do Município, protocolada também na quarta-feira, 11 de julho, a Secretaria de Obras entendeu que o prazo de 60 dias, a contar de 02 de julho, é suficiente para a conclusão dos serviços. Diante do cronograma técnico apresentado pelo Engenheiro Responsável Técnico da Adrial Pré-Moldados Ltda, empresa contratada pela Laservi para executar a demolição, o risco do desabamento deve estar eliminado até 16 de julho, quando já estará concluída a remoção da laje do último andar do prédio em construção.

"Quando chegarmos nesta etapa, será feita uma nova perícia para comprovar se o risco foi realmente eliminado", explica o secretário municipal de Obras, Jorge Centeno. Conforme ele, cessando o risco de desabamento, a Escola Estadual Otaviano Manoel de Oliveira Júnior, localizada ao lado da obra, poderá retomar as atividades, mesmo que a empresa prossiga com os serviços.

A Procuradoria Geral do Município requereu ainda no processo que, no caso de descumprimento destes prazos, seja aplicada multa à Laservi, conforme já consignada em juízo.

Foto da Obra neste Sábado, 14 de Julho. 

URL Curta:
Comente esta notícia: