02/05 Obras da Nova Ponte do Guaíba paralisadas e 500 trabalhadores demitidos 13/04 Câmara de Guaíba aprova por maioria Moção de Apoio ao juiz Sérgio Moro 22/03 Feira do Peixe de Guaíba está em três bairros este ano 22/03 Festa Comunitária de Páscoa organizada pelo Rugby Clube Predadores e AMOVIJAR 09/03 3 de Abril: Toboágua na lomba do Banco do Brasil! 03/03 Prorrogado desconto de 15% no IPTU para até 31 de março 29/02 Evento marca início das obras do Hotel Super 8 em Guaíba 26/02 Exposição Fotográfica Píer, Cartão Postal de Guaíba no IEE Gomes Jardim 23/02 Carnaval de Guaíba encantou - Cobertura Neimar Duarte 20/02 É Hoje: Carnaval de Guaíba, veja a programação 17/02 Ônibus da Expresso Rio Guaíba cai da ponte no Rio Jacuí 16/02 Entrevista: Claudia Mara sobre o Carnaval de Guaíba 2016 28/01 Prefeitura de Guaíba fica quase 30 horas sem luz 28/01 Celebrações da Festa de Iemanjá em Guaíba começam nesta segunda 15/12 Prefeitura regulamenta a criação de parklets para ampliar oferta de espaços públicos na cidade 09/12 Chineses devem aportar capital na Foton de Guaíba 28/11 Prefeitura realiza mutirão e recolhe 121 caçambas de lixo 19/11 Vote Online: Escola Arlindo Stringhini é finalista no 3º Prêmio RBS de Educação 14/11 Neste Domingo: 13a. Feijoada do Lucca no Isla Parador 06/11 Obras da GEFCO devem começar em 2016
Publicidade
Notícias // 14/07/2012

Prazo para demolição da obra se estenderá por mais 60 dias

Atendendo a solicitação da 2ª Vara do Forum de Guaíba, na ação que move contra a Laservi Construtora e Incorporadora Ltda, a Prefeitura Municipal se manifestou sobre o aumento do prazo pedido pela empresa para que procedesse a demolição do prédio em construção, localizado na avenida Sete de Setembro, 818, que corre risco de desabamento. O prazo inicial, determinado pelo Poder Judiciário, para que a empresa executasse a demolição encerrou na quarta-feira, 11 de julho. Porém, a empresa recorreu, solicitando um tempo maior, de 70 dias, para realizar o serviço.

Na petição do Município, protocolada também na quarta-feira, 11 de julho, a Secretaria de Obras entendeu que o prazo de 60 dias, a contar de 02 de julho, é suficiente para a conclusão dos serviços. Diante do cronograma técnico apresentado pelo Engenheiro Responsável Técnico da Adrial Pré-Moldados Ltda, empresa contratada pela Laservi para executar a demolição, o risco do desabamento deve estar eliminado até 16 de julho, quando já estará concluída a remoção da laje do último andar do prédio em construção.

"Quando chegarmos nesta etapa, será feita uma nova perícia para comprovar se o risco foi realmente eliminado", explica o secretário municipal de Obras, Jorge Centeno. Conforme ele, cessando o risco de desabamento, a Escola Estadual Otaviano Manoel de Oliveira Júnior, localizada ao lado da obra, poderá retomar as atividades, mesmo que a empresa prossiga com os serviços.

A Procuradoria Geral do Município requereu ainda no processo que, no caso de descumprimento destes prazos, seja aplicada multa à Laservi, conforme já consignada em juízo.

Foto da Obra neste Sábado, 14 de Julho. 

URL Curta:
Comente esta notícia: