17/07 Prefeitura recolhe cavalos abandonados nas ruas 17/07 Secretaria de Educação convida vereadores e apresenta balanço e projeções para 2018 17/07 Em dia de doação, Guaíba coleta 102 bolsas de sangue para Hemocentro 17/07 Prefeitura promove atividades especiais nas férias de julho 11/07 Secretaria de Assistência Social recebe capacitação para implantar a ID Jovem 11/07 Guaibenses aproveitam mais um fim de semana de atividades culturais 11/07 Alterações no trânsito em razão de obras da rotatória da Nestor de Moura Jardim 06/07 CAPS Álcool e Drogas tem capacidade de atendimento ampliada 04/07 Unidade móvel do Hemocentro estará em Guaíba na próxima terça-feira (4) 04/07 Saiba o que Guaíba ganha com o novo CT do Internacional 04/07 Posto da Primavera/São Jorge realiza dia extra de atendimentos 27/06 Prefeitura aprova projeto de CT do Internacional em Guaíba 27/06 Servidores e professores municipais iniciam curso de Libras 22/06 Prefeitura busca solução para evitar pontos de alagamentos 22/06 Clima de amizade marca abertura da 28ª edição dos Jogos Estudantis das Escolas Municipais 20/06 Prefeitura entrega mais de 300 itens para os Bombeiros 20/06 Prefeitura reduz fila de espera por exames de tomografia 20/06 Só Fumaça é o time campeão da Primeira Divisão de Futsal 08/06 Prefeitura de Guaíba antecipa parcela de 13º para servidores 08/06 28º Feira do Livro de Guaíba encerra com público total de 17 mil pessoas
ECB Sistemas Desenvolvimento Web
ECB Sistemas Desenvolvimento Web Publicidade
Notícias // 14/07/2012

Prazo para demolição da obra se estenderá por mais 60 dias

Atendendo a solicitação da 2ª Vara do Forum de Guaíba, na ação que move contra a Laservi Construtora e Incorporadora Ltda, a Prefeitura Municipal se manifestou sobre o aumento do prazo pedido pela empresa para que procedesse a demolição do prédio em construção, localizado na avenida Sete de Setembro, 818, que corre risco de desabamento. O prazo inicial, determinado pelo Poder Judiciário, para que a empresa executasse a demolição encerrou na quarta-feira, 11 de julho. Porém, a empresa recorreu, solicitando um tempo maior, de 70 dias, para realizar o serviço.

Na petição do Município, protocolada também na quarta-feira, 11 de julho, a Secretaria de Obras entendeu que o prazo de 60 dias, a contar de 02 de julho, é suficiente para a conclusão dos serviços. Diante do cronograma técnico apresentado pelo Engenheiro Responsável Técnico da Adrial Pré-Moldados Ltda, empresa contratada pela Laservi para executar a demolição, o risco do desabamento deve estar eliminado até 16 de julho, quando já estará concluída a remoção da laje do último andar do prédio em construção.

"Quando chegarmos nesta etapa, será feita uma nova perícia para comprovar se o risco foi realmente eliminado", explica o secretário municipal de Obras, Jorge Centeno. Conforme ele, cessando o risco de desabamento, a Escola Estadual Otaviano Manoel de Oliveira Júnior, localizada ao lado da obra, poderá retomar as atividades, mesmo que a empresa prossiga com os serviços.

A Procuradoria Geral do Município requereu ainda no processo que, no caso de descumprimento destes prazos, seja aplicada multa à Laservi, conforme já consignada em juízo.

Foto da Obra neste Sábado, 14 de Julho. 

URL Curta:
Comente esta notícia: