29/07 Skate Park na Beira: obras avançam dentro do cronograma 29/07 Domados do Pampa Etapa de Guaíba terá edição especial da prova Carro-Cavalo 29/07 Avançam as negociações para abertura do hospital municipal de Guaíba 23/07 Guaíba cria o Conselho Municipal de Cultura 16/07 Primeiros Caminhões da Foton chegam ao Centro de Distribuição em Guaíba 14/07 Celebração de Crisma em Eldorado do Sul tem a presença de Dom Leomar Brustolin 13/07 Fique ligado: Escala do Radar Móvel de 13/07 à 17/07 13/07 Começa o trabalho de restauração do Portão da Alegria 13/07 Oficina de Karate do Projari participará de competição em Pelotas 07/07 Inaugurada Galeria dos Prefeitos Municipais de Guaíba 07/07 Festa de São Pedro movimenta Eldorado do Sul 25/06 Orla recebe novos abrigos nos pontos de ônibus 25/06 Campanha do Agasalho 2015 distribui milhares de peças de roupas 16/06 Hotel Super 8 será instalado em Guaíba 16/06 Corsan efetuará manutenção nesta quarta-feira das 6h às 16h 16/06 Começa o plantio de árvores em escolas de Guaíba 11/06 Escala da Fiscalização Eletrônica na cidade 10/06 Nova edição da Revista Guaíba Total 08/06 PROJARI dá show em apresentação artística na Capital 08/06 Agenda do Radar Móvel pela cidade
Publicidade
Polícia // 08/05/2012

Preso suspeito de enterrar viva a ex-namorada em Guaíba

Na manhã de hoje, um homem foi preso em Guaíba suspeito de matar e enterrar a ex-namorada, Vanessa dos Santos, 20 anos. De acordo com o delegado Rafael Soares Pereira, responsável pelo caso, Nilson Ricardo Rodrigues, 30 anos, foi detido em casa por agentes da Polícia Civil, que cumpriram um mandado de prisão preventiva.

No dia 29 de março, a família da vítima registrou o desaparecimento da jovem. Inicialmente, acreditava-se que Vanessa teria fugido após o fim do relacionamento conturbado com Nilson, pois havia sido feito um saque no valor de R$ 500 da conta de Vanessa.

Porém, no dia 25 de abril, uma equipe de uma empresa de celulose estava fazendo uma escavação na BR-116 e encontrou o corpo de uma mulher, já em estado de decomposição. A polícia ainda aguarda o resultado de DNA, mas a família de Vanessa reconheceu as roupas que a jovem usava no dia do desaparecimento. Além disso, foi encontrada uma nota com a assinatura da vítima.

Desde então, a polícia estava monitorando o rapaz através de escutas telefônicas. O delegado Rafael achou necessário interromper o processo e pedir a prisãod e Nilson por temer que houvesse mais vítimas, visto que o homem já estava se relacionando com outras mulheres.


Vanessa desapareceu no dia 29 de março
Foto: arquivo pessoal / arquivo pessoal 

 

Fonte: Diário Gaúcho / Eduardo Torres  

URL Curta:
Comente esta notícia: