26/10 Vereador Bento do Bem tem seu mandato cassado após julgamento na Câmara 17/07 Prefeitura recolhe cavalos abandonados nas ruas 17/07 Secretaria de Educação convida vereadores e apresenta balanço e projeções para 2018 17/07 Em dia de doação, Guaíba coleta 102 bolsas de sangue para Hemocentro 17/07 Prefeitura promove atividades especiais nas férias de julho 11/07 Secretaria de Assistência Social recebe capacitação para implantar a ID Jovem 11/07 Guaibenses aproveitam mais um fim de semana de atividades culturais 11/07 Alterações no trânsito em razão de obras da rotatória da Nestor de Moura Jardim 06/07 CAPS Álcool e Drogas tem capacidade de atendimento ampliada 04/07 Unidade móvel do Hemocentro estará em Guaíba na próxima terça-feira (4) 04/07 Saiba o que Guaíba ganha com o novo CT do Internacional 04/07 Posto da Primavera/São Jorge realiza dia extra de atendimentos 27/06 Prefeitura aprova projeto de CT do Internacional em Guaíba 27/06 Servidores e professores municipais iniciam curso de Libras 22/06 Prefeitura busca solução para evitar pontos de alagamentos 22/06 Clima de amizade marca abertura da 28ª edição dos Jogos Estudantis das Escolas Municipais 20/06 Prefeitura entrega mais de 300 itens para os Bombeiros 20/06 Prefeitura reduz fila de espera por exames de tomografia 20/06 Só Fumaça é o time campeão da Primeira Divisão de Futsal 08/06 Prefeitura de Guaíba antecipa parcela de 13º para servidores
ECB Sistemas Desenvolvimento Web
ECB Sistemas Desenvolvimento Web Publicidade
Política // 26/10/2018

Vereador Bento do Bem tem seu mandato cassado após julgamento na Câmara

Julgamento durou nove horas

A Câmara Municipal de Vereadores informa que no dia 23 de outubro de 2018 foi realizada a Sessão Extraordinária convocada pela presidente, vereadora Fernanda Garcia (PTB), para o julgamento da denúncia articulada em face de Bento Alteneta da Silva, na forma disciplinada pelo Decreto-Lei 201/1967.

Após a abertura da Sessão, às 10h, iniciou-se a leitura do processo político-administrativo, revezada entre os vereadores Everton da Academia (PTB), Fernanda Garcia e Juliano Ferreira (PR). Em seguida, abriu-se o tempo de 15 min para manifestação por parte dos vereadores que tiveram interesse. Inscreveram-se os vereadores: Ale Alves (PDT), Alex Medeiros (PP), Profª. Claudinha Jardim (DEM), Everton da Academia, Dr. João Collares (PDT), Jonas Xavier (PR) e José Campeão Vargas (PTB).

Na sequência dos pronunciamentos, houve defesa oral pelas advogadas e pelo denunciado, que tiveram até 2h para se manifestarem. Com isso, foi realizada a votação nominal conforme previsto no Decreto-Lei 201/1967 tendo cada vereador o tempo de 5 min para externar a sua convicção.

Concluiu-se pela ocorrência das infrações imputadas ao vereador (art. 7º, incisos I e III, Decreto-Lei 201/1967), tendo sido cassado o mandato eletivo, por meio do Decreto Legislativo nº 002/2018. O resultado do julgamento será comunicado às instâncias da justiça eleitoral.

A Comissão Parlamentar Processante nº 002/2018, responsável pela condução do processo, foi formada pelos vereadores Everton da Academia (presidente), Manoel Eletricista (relator) - PPS e Nelson do Mercado (secretário) - PP.

URL Curta:
Comente esta notícia:
Publicidade
TV Costa Doce

Móveis catarinense
Curta o Portal no Facebook
Publicidade
Guaiba Telecom