26/10 Vereador Bento do Bem tem seu mandato cassado após julgamento na Câmara 17/07 Prefeitura recolhe cavalos abandonados nas ruas 17/07 Secretaria de Educação convida vereadores e apresenta balanço e projeções para 2018 17/07 Em dia de doação, Guaíba coleta 102 bolsas de sangue para Hemocentro 17/07 Prefeitura promove atividades especiais nas férias de julho 11/07 Secretaria de Assistência Social recebe capacitação para implantar a ID Jovem 11/07 Guaibenses aproveitam mais um fim de semana de atividades culturais 11/07 Alterações no trânsito em razão de obras da rotatória da Nestor de Moura Jardim 06/07 CAPS Álcool e Drogas tem capacidade de atendimento ampliada 04/07 Unidade móvel do Hemocentro estará em Guaíba na próxima terça-feira (4) 04/07 Saiba o que Guaíba ganha com o novo CT do Internacional 04/07 Posto da Primavera/São Jorge realiza dia extra de atendimentos 27/06 Prefeitura aprova projeto de CT do Internacional em Guaíba 27/06 Servidores e professores municipais iniciam curso de Libras 22/06 Prefeitura busca solução para evitar pontos de alagamentos 22/06 Clima de amizade marca abertura da 28ª edição dos Jogos Estudantis das Escolas Municipais 20/06 Prefeitura entrega mais de 300 itens para os Bombeiros 20/06 Prefeitura reduz fila de espera por exames de tomografia 20/06 Só Fumaça é o time campeão da Primeira Divisão de Futsal 08/06 Prefeitura de Guaíba antecipa parcela de 13º para servidores
ECB Sistemas Desenvolvimento Web
ECB Sistemas Desenvolvimento Web Publicidade
Política // 16/06/2011

Vereador Caio Larrea cria projeto que exige cadastro de empresas fornecedoras de materiais metálicos

Foi apresentado, na sessão do dia 14 de junho, o projeto de lei de autoria do vereador Caio Larrea (PPS) que dispõe sobre a origem dos materiais metálicos recicláveis e cadastro de fornecedores para empresas do ramo localizadas no município de Guaíba.

De acordo com o projeto, as empresas que desenvolvem atividades comerciais, como as recicladoras, que compram materiais metálicos e que operam com mercado de ferro velho ou sucatas, deverão manter registro que comprovem a origem de fios de cobre e metálicos em geral, alarmes, peças, placas, tubos, tampos, dentre outras peças em materiais como aço, cobre, alumínio ou ferro.

Caio Larrea justifica que esses metais são valiosos e de interesse de criminosos, que os vendem por pequenos valores para obtenção de drogas. Com essa lei, o vereador acredita que será possível organizar de forma mínima cadastral as empresas participantes do processo de obtenção desses recursos, para que haja um controle por parte do poder público.

O projeto ainda tramitará na Câmara de Vereadores.

URL Curta:
Comente esta notícia:
Publicidade
TV Costa Doce

Móveis catarinense
Curta o Portal no Facebook
Publicidade
Guaiba Telecom
Tags | Notícia politica